Foto: Aluísio Moreira/SEI/Divulgação

GOVERNO DE PERNAMBUCO LANÇOU, NESTA SEGUNDA-FEIRA (30), O PROGRAMA DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR (PE NO CAMPUS), QUE BUSCA INCENTIVAR OS ESTUDANTES DA REDE ESTADUAL DE ENSINO A INGRESSAREM EM UNIVERSIDADES PÚBLICAS. O LANÇAMENTO OCORREU NA ESCOLA DE REFERÊNCIA EM ENSINO MÉDIO GINÁSIO PERNAMBUCANO, NO BAIRRO DE SANTO AMARO, REGIÃO CENTRAL DO RECIFE.

O PROGRAMA FOI DESENVOLVIDO A PARTIR DE UM LEVANTAMENTO FEITO PELA PRÓPRIA ADMINISTRAÇÃO ESTADUAL, QUE CONSTATOU QUE MENOS DE 50% DOS ALUNOS DA REDE PÚBLICA SE INSCREVIAM PARA PROVAS DO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO (ENEM) E DO SISTEMA SERIADO DE AVALIAÇÃO (SSA) DA UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO (UPE). COM O PE NO CAMPUS, OS MIL ALUNOS COM MELHORES NOTAS NESSES PROCESSOS SELETIVOS TERÃO APOIO FINANCEIRO NOS DOIS PRIMEIROS ANOS DA UNIVERSIDADE.

PARA OS ESTUDANTES COM MELHOR DESEMPENHO NO ENEM, SÃO R$ 950 MENSAIS. JÁ PARA OS ALUNOS COM NOTAS DE DESTAQUE NO SSA, O APOIO É DE R$ 400 POR MÊS.

PARA TER DIREITO AO BENEFÍCIO, É PRECISO TER CONCLUÍDO O ENSINO MÉDIO HÁ NO MÁXIMO CINCO ANOS, VIR DE FAMÍLIA QUE SEJA ATENDIDA PELO BOLSA FAMÍLIA OU COM RENDA MENOR DO QUE DOIS SALÁRIOS MÍNIMOS E MORAR EM CIDADES A MAIS DE 50 KM DA UNIVERSIDADE.

HÁ, AINDA, 200 BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, DE R$ 400, OFERECIDAS PELA FUNDAÇÃO DE AMPARO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESTADO DE PERNAMBUCO (FACEPE) PARA OS ESTUDANTES QUE INGRESSARAM EM UNIVERSIDADES PÚBLICAS. COM A INICIATIVA, O GOVERNO BUSCA, ALÉM DE INCENTIVAR O INGRESSO NA UNIVERSIDADE, O ABANDONO DO ENSINO SUPERIOR DURANTE A GRADUAÇÃO.

Do G1 PE

Compartilhe.

Sobre o autor

Deixe um comentário