Incêndios registrados no Pajeú preocupam autoridades e população

Incêndios em áreas de caatinga continuam acontecendo em várias áreas do Pajeú. Na tarde do último sábado, um incêndio foi registrado em um trecho da PE-320, mais um dos tantos registrados nos últimos dias. Os bombeiros foram mais uma vez contatados e controlaram as chamas na região do Riacho do Peixe em Carnaíba.

Na semana passada, precisamente no dia 13, às margens da PE-490, na saída para Água Branca, uma grande área foi consumida pelo fogo, próxima à propriedade do prefeito Sebastião Dias e de outras casas da localidade. A Guarda Municipal foi chamada e com carros-pipa controlou as chamas.

No mesmo dia em Afogados da Ingazeira, um incêndio numa plantação de capim na Diomedes Gomes revoltou a população. Cinco cães pequenos morreram queimados. Na área rural, enquanto isso, bombeiros lutavam contra outro foco.  Um terceiro incêndio foi registrado nas proximidades do Motel Tu que Sabe, às margens da PE-320,  em Carnaíba.

Na quinta, dia 14, uma área importante foi atingida pelo fogo na área de Cachoeira da Onça, se alastrando para o terreno do ex-prefeito Totonho Valadares. Populares e bombeiros lutaram contra o fogo até conte-lo.

O caso mais grave foi registrado no Sítio Caldeirãozinho, em Tabira. Um idoso de 70 anos, Heleno Umbelino dos Santos, morreu quando queimava uma broca. As chamas aumentaram rapidamente e o mesmo não teve como sair. Ele sofreu queimaduras de terceiro grau e asfixia provocado pela fumaça, entrando em óbito ainda no local.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *