DNOCS prefere comprar área que receber doação prometida em 2015 para obra de Adutora do Pajeú

O DNOCS em Pernambuco optou por adquirir uma área de terra do que receber uma doação do Diretor Executivo do Sicoob, Evaldo Campos para uma estação elevatória da Adutora do Pajeú que vai atender ao abastecimento no município de Itapetim e o trecho final, até Taperoá, na Paraíba.

De acordo com informações do colaborador do blog, a promessa de Evaldo e de seu Irmão Edvaldo Campos foi feita publicamente e a diretores do próprio órgão em mais de uma oportunidade, inclusive nos microfone da Gazeta FM, em nome do desenvolvimento hídrico da região.

Evaldo é proprietário da Fazenda Muquém, que fica a um quilometro da sede de São José do Egito e prometeu doar uma área para a estação.

Tanto o Coordenador anterior do DNOCS em Pernambuco, Emílio Duarte de Souza e Silva, como o atual, Marcos Rueda, tem conhecimento da oferta. Mas estranhamente a opção do órgão foi indenizar o dono do terreno que fica a poucos metros da área doada.

Não há informações complementares sobre a titularidade da área comercializada ou o valor da indenização. Certo é que a empresa contratada pelo órgão começa a fazer as primeiras intervenções no terreno, como no registro feito para o blog. Em tempos de vacas magras, ajuste fiscal e muito chororô, salvo uma excepcional explicação técnica, o gesto do DNOCs é, no mínimo, questionável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *