Com aumento de investidas contra bancos, Pernambuco revê estratégia de força-tarefa

Diante das recentes investidas criminosas contra bancos registradas em Pernambuco, a Secretaria de Defesa Social (SDS) informou, nesta quarta-feira (1º), que está mudando as estratégias da força-tarefa criada para combater os crimes contra instituições financeiras. Mesmo sem fornecer os números de julho, o órgão reconhece a alta dos crimes e busca diminuir as estatísticas.

O Sindicato dos Bancários de Pernambuco registrou 27 crimes contra instituições financeiras em julho, um aumento de 28,5% em relação aos 21 casos contabilizados em junho. Ao longo de 2018, foram 123 casos de explosão, arrombamento, sequestro, estelionato e tentativa de roubo às instituições financeiras computados pela entidade.

Segundo a SDS, foram registradas 35 ocorrências contra agências bancárias entre os meses de janeiro e junho de 2018. No mesmo período do ano passado, foram 52 casos do tipo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *