Foi aprovado, nesta terça-feira (8), em Comissão Especial da Câmara dos Deputados, o projeto de lei que autoriza a plantação da Cannabis para fins medicinais, veterinários, industriais e científicos.

O projeto sofreu uma forte oposição de parte dos deputados; e o resultado terminou empatado com 17 votos contra e 17 a favor. O desempate ficou por conta do relator, o deputado Luciano Ducci, do PSB do Paraná, que votou a favor do próprio relatório.

Parlamentares contrários ao projeto argumentaram que a medida pode abrir uma brecha para aumentar a circulação da maconha no país, como afirmou o deputado Otoni de Paula, do PSC fluminense.

Os deputados favoráveis ao projeto argumentaram que muitos medicamentos feitos à base da Cannabis são caros e não estão acessíveis a toda população. Como destacou o deputado Alex Manente, do Cidadania paulista.

Os destaques apresentados ao relatório foram rejeitados. Agora, o texto aprovado na comissão especial, que tem caráter conclusivo, segue para análise do Senado. No entanto, os parlamentares contrários à proposta já adiantaram que vão apresentar requerimento para levar o tema ao plenário.

Share:

author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *