Pernambuco tem aumento de 147% no número de violações de direitos de idosos

 

Ao longo de 2019, Pernambuco registrou 2.845 violações de direitos de pessoas da terceira idade em todo o estado. O número cresceu 147%, se comparado às 1.151 violações contabilizadas no ano anterior, segundo o Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência Contra a Pessoa Idosa (Ciappi), vinculado à Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos Também foram registradas pelo governo estadual 1.420 denúncias de violência contra idosos em Pernambuco, entre janeiro e dezembro de 2019.

Esse número representa um aumento de 78% em relação às 796 denúncias contabilizadas em 2018.

Segundo a Secretaria Executiva de Direitos Humanos, as violações são constatadas durante visitas feitas após o recebimento de denúncias.

“A negligência, a violência financeira e a psicológica são os principais problemas”, afirmou o secretário executivo de
Direitos Humanos de Pernambuco, Diego Barbosa. A negligência, segundo Barbosa, consiste em esquecer de dar medicações importantes à vítima ou não fornecer roupas adequadas para o clima, por exemplo. No caso da violência financeira, confiscar cartões de crédito ou de benefícios é uma das características.

Ainda de acordo com o secretário executivo, as violações são cometidas principalmente por parentes ou pessoas próximas à vítima. “Cerca de 90% das violações acontecem no ambiente doméstico, onde a gente esperava que a pessoa idosa recebesse mais cuidado, mais atenção”, disse.

 

Com informações do G1 PE





Deixe uma resposta