Jovem foi preso em São José do Egito por crime eleitoral

O caso aconteceu no segundo maior colégio eleitoral do município, a Escola Oliveira Lima, uma mesária da seção 113, notou com que o jovem de apenas 19, identificado pelas iniciais A.A. estava violando o sigilo do voto, ao filmar com um aparelho celular a urna eletrônica no momento em que votava.

O crime está previsto no artigo 320, da lei 4.737/65 do código eleitoral. O celular Motorola Moto G2, que pertence ao acusado, foi apreendido e estava com as fotos registradas comprovando assim a materialidade do crime eleitoral. O suspeito foi conduzido à Delegacia de Polícia Local onde foi lavrado um termo circunstanciado de ocorrência em desfavor do mesmo.





Deixe uma resposta