De Recife para o mundo: o brasileiro que estreará no Mundial antes do Brasil

Quando Rússia e Arábia Saudita movimentarem a bola nesta quinta, às 12h, no Estádio Olímpico Lujniki, um brasileiro estará fazendo a sua estreia em Copas do Mundo. Massagista da seleção saudita, Carlos Henrique da Silva, o Catatau, está no Oriente Médio desde 2006, quando Hélio dos Anjos assumiu a seleção da Arábia – o treinador ocupou o cargo até 2008. Muito conhecido em Pernambuco, Catatau, que trabalhou no Sport por 17 anos, espera levar os sauditas a uma vitória em Mundiais, o que não acontece desde 1994. Além da Rússia, o time enfrenta Uruguai e Egito no grupo A.

– Esse primeiro jogo vai ser tenso, porque é na casa deles. Mas eles também vão jogar pressionados pela vitória. Nosso time é novo, vamos para cima. Confio muito nesses garotos e espero que a Arábia Saudita passe para a segunda fase – disse Catatau, que é natural da Ilha de Itamaracá, região metropolitana do Recife.

Prestes a completar 52 anos, Carlos Henrique mora na capital Riad com a esposa. O casal tem cinco filhos com idades entre 26 e 32 anos, todos morando no Brasil. Folclórico, o massagista mantém amizade com boa parte dos jogadores. Pelas mãos de Catatau passaram nomes conhecidos do futebol como Juninho Pernambucano, Kléber Santana, Zé Roberto, Chiquinho (ex-meia de Sport e Vasco) e Adriano (ex-zagueiro de Sport e seleção olímpica do Brasil).

Do Globo Esporte PE



Deixe uma resposta