Gazeta FM 95,3 | São José do Egito PE

Esporte

Após jogar de portões fechados, técnicos de Sport e Santa Cruz apoiam paralisação das partidas

Sport e Santa Cruz entraram em campo neste domingo, respectivamente, diante de Ceará (pela Copa do Nordeste) e Decisão (pelo Pernambucano) com portões fechados por conta do avanço do coronavírus no país. Diante da pandemia do COVID-19, constatada pela Organização Mundial da Saúde, os técnicos das equipes pernambucanas se pronunciaram a favor da paralisação dos campeonatos de futebol no Brasil.

Neste domingo, a Confederação Brasileira de Futebol decidiu suspender as competições nacionais a partir da segunda-feira por tempo indeterminado. O futuro dos regionais e estaduais, no entanto, está indefinido. A CBF terá uma reunião com representantes das federações e da Liga do Nordeste na segunda-feira para bater o martelo.

Antes da partida entre Sport e Ceará, os jogadores se cumprimentaram com os braços por uma questão de saúde e conscientização. Para o técnico Daniel Paulista, a paralisação dos jogos é necessária devido àexposição sofrida pelos atletas, que precisam viajar para jogar.

– Acho que a partir do momento que você proíbe a entrada do torcedor, a partida tem que ser parada também. Você não expõe os torcedores, mas coloca as delegações em uma exposição. Nesse momento, todo mundo está apreensivo, e as delegações têm que viajar, circular em aeroportos, onde o foco de movimentação, e pessoas de várias nacionalidades, é muito grande. Coloca dentro do avião com outras pessoas que você não sabe de onde vem. É uma situação que a gente tem que evitar nesse momentoEssa situação toda ainda é muito indefinida para todos nós.

O técnico do Santa Cruz, Itamar Schülle também chamou a atenção para o risco corrido pelas equipes.

– Nós estamos falando da vida de todos nósIsso é muito mais importante que futebol. É a vida. Eu acho mais acertada essa decisão e além do risco que a gente corre. Eu cumprimentei a todos. Esses cuidados são mais do que necessário. Se é preciso parar, tem que se parar e voltar quando as autoridades achem convenientes.

O Tricolor venceu o Decisão, pelo Pernambucano, em um Arruda vazio, já que houve a determinação pela ausência de torcida no confronto. Diante deste cenário, o treinador coral ainda reforçou a ideia de que os clubes não deveriam seguir jogando sem os torcedores presentes.

– Jogar dessa maneira, sem torcida, não vai fazer bem. Eu vejo que o futebol não tem graça sem torcida. Jogar sem torcida não tem significado. Estádio foi feito para o torcedor. Estádio tem que estar lotado.

Com informações do Globo Esporte PE

Deixe seu comentário