A justiça e suas brechas, menos de 24h depois de preso assaltante é solto no Pajeú

Dois elementos forma presos em flagrante por assaltar à casa lotérica de Iguaracy e tentar roubar a de Afogados da Ingazeira, segundo a polícia os dois são suspeitos de participação em outros crimes na região, mais em menos de 24 horas depois de serem presos um deles já está solto, depois de passarem por uma Audiência de Custódia.

A audiência é o instrumento processual que determina que todo preso em flagrante deve ser levado à presença da autoridade judicial, no prazo de 24 horas, para que esta avalie a legalidade e necessidade de manutenção da prisão.

Em Audiência de Custódia, o Juiz de Plantão Rodrigo Barros Tomaz, que é titular em Tabira entendeu que um dos elementos deve responder em liberdade por participação nos crimes. Clio da Silva Gomes, que dava cobertura a Tiago Mascena Silva nas ações criminosas, não ficou detido.

Eles foram presos por homens da Rocam do 23º BPM depois de roubo a uma agência correspondente da Caixa Econômica Federal, situada na rua Diomedes Gomes, em Afogados da Ingazeira e a uma lotérica em Iguaracy.

Com eles, a polícia apreendeu dois capacetes, R$ 2.735,00 em espécie, uma camisa branca e um simulacro de arma de fogo. Posteriormente eles confessaram os dois crimes.

“Estamos enxugando gelo”, disse um policial envolvido na operação que prendeu a dupla.

 





Deixe uma resposta